destaque-cdl-pro-face

COMO INOVAÇÃO PODE LEVAR SUA EMPRESA AO SUCESSO

Correr riscos é fundamental para que uma empresa consiga evoluir.

painel1-mpi

Em um cenário de crise, os empreendedores tendem a ficar mais receosos. O risco de investir em um futuro incerto não é atraente e deixa muitas empresas paralisadas. Para combater esta ideia, a 11ª edição do Congresso da Micro e Pequena Indústria quis provar que esse pode ser o momento com as melhores oportunidades para a renovação dos negócios.

Organizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o evento ocorreu nesta segunda-feira (23) e teve o tema "Traçando caminhos – Novos cenários, grandes mudanças".

No primeiro painel do dia, os palestrantes Ruy Soares de Barros, executivo do McDonald´s Corporation, Wellington Cruz, sócio diretor da empresa WP Learn Design, Leonardo Capelas Romeu, professor de design da Universidade Paulistas, e Claudio Tervydis, agente de inovação da Universidade de generic viagra without prescription São Paulo, falaram sobre inovação e engajamento em modelos de negócios. "A inovação não deve ser só para o mercado. Ela também deve interferir em processos que façam parte do funcionamento da empresa", afirmou Tervydis.

Os especialistas discutiram os aspectos essenciais para um bom modelo de negócios. "Em um mundo cheio de marcas diferentes, é preciso se diferenciar. Isso só é possível se o empreendedor parar para entender as necessidades de seu consumidor", diz Romeu.

Para Cruz, a inovação é um processo complexo que serve de inspiração para os empreendedores - que devem analisar e copiar os modelos bem sucedidos. "Precisamos juntar o que as startups fazem de melhor com o que as empresas estabelecidas trouxeram de wow it's great cialis and women bom até aqui", afirma. "Somos frutos de tentativas, erros e alguns acertos", diz. Uma das vantagens das startups é ter agilidade para reagir ao cenário. Das grandes empresas, elas precisam aprender como fazer gestão. Confira a seguir quatro conceitos que as startups devem ter para inovar:

SIMPLIFICAÇÃO TRIBUTÁRIA: ÚNICA SAÍDA

imposto-de-renda-661x351

O sistema tributário brasileiro é um dos mais complexos do mundo. Complexo pela quantidade de impostos e buy real cialis lifestyle taxas que subsistem, criando incidência de bitributação e abrindo exceções que tornam a base tributária restrita a um menor número de contribuintes.

A primeira consequência desse tipo de sistema é tornar a carga de impostos regressiva, ou seja, o esforço tributário acaba pesando sobre os contribuintes de free samples of levitra lifestyle menor poder econômico. Outra consequência grave é o elevado custo de administração tributária pelas empresas. De tanta legislação e requisitos normativos as empresas precisam contratar especialistas para recolher corretamente os impostos.

Chama atenção a carga tributária em torno de 35% do PIB, ou seja, mais de um terço de tudo o que se produz no País se destinam aos cofres públicos. Em termos comparativos com outras economias esta é uma carga considerada de nível intermediário. Todavia o que se pergunta é o benefício que retorna para a sociedade, proveniente dessa arrecadação. A resposta a esta indagação é muita clara: os serviços públicos no Brasil são de baixa qualidade.

Vale ressaltar que a carga tributária vem crescendo ano após ano e essa tendência retira recursos do empreendedor, que deixa de investir, e assim atrasa o crescimento do país. O resultado é menos renda e menos empregoS gerados.

EMPREENDEDORES ESTÃO MAIS OTIMISTAS AGORA

Segundo o Sebrae, 44% dos micro e pequenos empresários apostam na manutenção da economia contra 39% do ano passado.

Empreendedorismo Sebrae FINAL

Os empreendedores proprietários de micro e pequenas empresas estão mais otimistas. Segundo pesquisa do Sebrae-SP, em abril, 44% dos micro e pequenos empresários apostam na manutenção da economia brasileira, contra 39% verificados no mesmo período do ano passado.

Essa percepção impacta nas expectativas dos empreendedores: para os próximos seis meses, 58% dos proprietários de MPEs disseram aguardar estabilidade no faturamento de wow look it levitra professional overnight delivery sua empresa, ante 59% em abril de 2015.

Também diminuiu o porcentual dos que falam em piora para a economia brasileira: de 38% um ano antes para 25% em abril de 2016. Apesar disso, a incerteza sobre a economia aumentou: 14% não sabem como será a evolução nos próximos seis meses, contra 9% um ano antes.

Considerando a natureza jurídica, os MEIs continuam relativamente mais otimistas que os proprietários de MPEs quanto ao seu faturamento nos próximos seis meses. Em abril deste ano, 42% deles afirmaram esperar aumento contra os 50% em abril de 2015.

Galeria de Fotos